sábado, 17 de junho de 2017

Dois contos de Hoffmann, que revelam a sua versatilidade

O Elixir do Diabo Mademoiselle de Scudéry , dois trabalhos de Hoffmann pouco conhecidos no Brasil. O primeiro traz a marca característica do autor: o fantástico desenfreado, o non-sense e o grotesco. Já no segundo, o autor explora um acontecimento histórico para criar uma verdadeira trama policialesca, antecipando um gênero de literatura que se consagraria mais tarde com autores como Paul Féval e Edgar Allan Pöe.

Leia mais...

Brochura, 152 páginas, formato 12,5 X 20 cm. 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário